mulher gravando estudio

Nesse post eu quero falar sobre 3 coisas que não devemos levar para dentro do Home Studio, para que esse não se torne palco para egos inflados, mal entendidos, ou desconforto. Você não pode ficar sem ler isso. Vamos lá?

Seja Humilde

A primeira dica que eu tenho que lembrar aqui é sobre a humildade. Muitos acreditam que falar em humildade é essencial para passar uma imagem de bom moço, mas não é isso que estou falando aqui. Estou falando de egos inflados dentro do estúdio de gravações. Sim, existem “artistas” frescos, aqueles que acham que são um pouco melhores por serem reconhecidos na rua, ou pelas milhões de views no YouTube... Essa parte do "seja humilde", vale tanto para o produtor quanto para o artista.

Sempre existe aquele palpiteiro que não quer nem saber se você usa parâmetros pra mixar, ou se está preocupado se o som vai funcionar direito quando for para o mundo. Simplesmente querem dizer que “participaram da mixagem”... Eu já sofri com isso algumas vezes, é um assédio da pior espécie e pode ocorrer dentro do ambiente pacífico de um Home Studio. Se me entendeu bem, então fique atento a isso...

Deixe seu Amigo à vontade

Eu disse amigo porque todo cliente precisa ser passado para o seu grupo de amigos (a menos que ele seja do grupo supracitado). Se você vai ajudar essa pessoa com algum problema, não há motivos para não fortalecer esse laço de amizade (menos os frescos metidos a Justin Bieber). Deixando seu cliente/amigo à vontade, você pode conhecer melhor os problemas e as necessidades do seu parceiro.

Essa coisa de tentar impressionar clientes usando mesas de som automáticas, é pura bizarrice. Explique para todos que você usa um estúdio digital e que o resultado pode ir muito além do esperado...

Relaxe, seu cliente é humano, inteligente, e merece o melhor do seu melhor.

Nunca mostre o trabalho antes de terminar

Essa parte pode parecer estranha, mas mostrar seu trabalho antes dele ficar pronto, pode gerar alguns problemas e mal entendidos. Não se preocupe com isso, apenas deixe seu cliente longe daquelas peças não mixadas, frases de guitarra que você ainda não homologou, vozes mal captadas ou com problemas técnicos.

Acredite, seu cliente vai pedir um playback para treinar em casa. Se você não tiver disposto a entregar um playback com qualidade comercial para ele, não caia na bobagem de entregar uma cópia meia boca. Isso atrai uma quantidade enorme de sabichões botando defeitos no seu trabalho... O resultado pode ser trágico.

Desejo bons momentos com o seu Home Studio!

Forte abraço!

 

Uma dica extra do Rodrigo: Se você deseja aprender como montar o seu estúdio de gravação musical, de alta qualidade, sem investir em equipamentos caros, recomendo que confira esse vídeo agora mesmo.

QUERO VER O VÍDEO


Recomendados

Recomendados