Quantos Programas para Música Usar no Home Studio

Quantos Programas para Música Usar no Home Studio

A indústria da música digital oferece centenas de milhares de softwares musicais para a sua escolha. Nesse momento surge um grande problema: Quantos softwares usar no home studio? Vamos conferir como podemos reduzir o número de softwares e manter o nosso produto de áudio perfeito! Confira!

Existe uma grande preocupação por parte dos donos de Home Studio quanto à qualidade do áudio produzido. Muitos acreditam que é necessário possuir os melhores cabos, softwares, equipamentos e coisas do tipo para conseguirem o áudio perfeito. Esse é um caminho que muitas vezes leva a compras equivocadas e misturas de tecnologias distintas para a realização de um projeto de estúdio de gravação. Tirando as especulações das revistas especializadas, que fazem de tudo para você acreditar que é preciso ter uma mesa enorme para ter qualidade, podemos encontrar um sistema de núcleo, perfeito para produzir áudio com grande qualidade.

Você Precisa Cuidar do Hardware do Seu Home Studio

computador interface audio headphonePor outro lado, temos aqueles estúdios que não fazem a coisa direito: deixam o computador sem aterramento, não colocam painéis acústicos nas paredes para evitar problemas de cancelamento de fase e outros detalhes. Isso tudo age contra o áudio perfeito, fatores que devem ser observados com cuidado. Quem nunca fez um Curso de Home Studio, provavelmente não vai saber resolver esses problemas.

Seguindo o exemplo daqueles que possuem a “síndrome da compra de equipamentos“, temos também aqueles que levam o áudio para 1001 programas para música antes de considerar a peça de áudio finalizada. A clareza do método de produção pode evitar esses enganos e baixar (e muito) o custo de operação de um Home Studio.

Menos Softwares é Mais

artista produzindo musica estudioÉ possível trabalhar com apenas 4 softwares durante todo o processo de produção musical.

Geralmente você vai usar um sequenciador MIDI quando estiver fazendo arranjos musicais; existem softwares desse tipo capazes de produzir o projeto inteiro, porém nosso método trabalha com a ideia de que devemos utilizar o melhor de cada software para obtermos os resultados desejados.

O segundo software será para a gravação de multicanais, onde você vai posicionar as tracks que compõe o arranjo musical e inserir alguns instrumentos acústicos. Esse tipo de software possui uma mesa de som virtual capaz de inserir efeitos, trabalhar a dinâmica, possibilitar expansões via plug-ins. Esse software é incrível, também abordamos sobre ele durante nosso Curso de Home Studio.

O terceiro software é utilizado no processo de masterização, esse tem suas capacidades expandidas para proporcionar os meios para realizar uma perfeita masterização do seu áudio. Essa finalização corresponde a 25% do processo de produção, sendo extremamente importante conhecer essa técnica, tudo para não danificar o seu áudio invés de lapidá-lo.

O quarto software será algo como um sequenciador de samplers, principalmente se você pretende usar o Home Studio para fazer DJ. Existem softwares incríveis capazes de realizar essa tarefa com muita autonomia.

Finalmente, o software extra será o seu navegador de Internet, onde você poderá, além de acessar o Blog Home Studio Fans, acessar o YouTube e postar as suas últimas criações.

Não é necessário passar o seu áudio por uma cidadela de softwares, para que no final ele esteja pronto para consumo humano.

E você, quantos programas usa em seu Home Studio?

Abraço!

Uma dica extra do Rodrigo: Saiba como eu montei o meu estúdio de gravação musical e consegui gravar as minhas mais de 40 músicas sem gastar fortunas com equipamentos e softwares caros.

Confira o vídeo exclusivo que eu preparei pra você!

QUERO VER O VÍDEO!

Tags: ,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.