Programa para Gravar Músicas no Linux – Ardour

ardour

Ardour, esse é o nome do programa para gravar músicas no Linux. Felizmente essa opção está em um nível respeitável de desenvolvimento, merecendo a atenção dos adeptos do Linux, como principal ferramenta de gravação multicanal (e não só) para o Home Studio baseado em softwares livres. Descubra o Ardour!

Quando pensamos em criar nosso próprio estúdio, a primeira dúvida é quanto ao custo do projeto. Alguns possuem um orçamento maior, podendo dispender algumas centenas de Reais, outros nem tanto. O software é hoje um componente essencial para a montagem de um estúdio de gravações digital, que é praticamente todo baseado em softwares, com algum suporte de hardware.

Softwares Musicais Pagos vs Gratuitos

samplitude pro smallSe tivermos orçamento com sobra, podemos comprar softwares de alta qualidade e desfrutar de todas as regalias que a tecnologia oferece atualmente. Existem verdadeiras maravilhas “no estado da arte” em matéria de software para estúdio. Quando vemos um programa para gravar músicas que custa $1000 dólares, podemos ter a certeza de que este é um software capaz de retornar esse “investimento” em poucas horas de trabalho. Quando pensamos em investimento, passamos a perceber que qualquer um desses softwares musicais é como uma forma de aumentar seu dinheiro, e não o oposto.

Mesmo assim, para alguns iniciantes, podemos recomentar o uso de softwares Free, com licença GPL, que é frequentemente mantido por doações. Você pode usar esse software e se gostar, pode doar alguma quantia para dar suporte ao desenvolvedor.

O Linux

ubuntu studio telaO Linux ganhou a sua merecida fatia de mercado, sendo oferecido como alternativa ao Windows, tornando os computadores um pouco mais acessíveis. Nesse momento existe alguém ligando seu primeiro computador, e é quase certo que este esteja com alguma versão do Linux instalada como sistema operacional personalizado.

Como sabemos, não dá para rodar o Sound Forge no Linux, tão pouco o Sonar ou qualquer outro software sério para estúdio. Para resolver esse problema, temos que optar por algum software feito para Linux que seja quase ou tão poderoso quanto os programas para música do Windows.

O Ardour

O Ardour é um respeitado programa para gravar músicas no Linux, estando em um estágio de desenvolvimento impressionante, conseguiu hastear a sua bandeira como uma solução DAW (Digital Audio Workstation), além de ser compatível também com o sistema OSX da Apple.

ardour 2

Esse programa para música é extraordinariamente simples e poderoso. Qualquer saída, de qualquer canal – pode ser roteada para um de seus buses ou aplicativos externos. Com o Ardour você literalmente pode plugar seus equipamentos, uns aos outros, como faria em um estúdio real. Se você já tem experiência sobre como esses equipamentos funcionam, poderá tirar vantagem dessa forma de interface do software, isso permitirá levar a sua imaginação ao limite quando for configurar seu estúdio virtual.

Todos os canais, samplers, efeitos, plug-ins, tudo pode ser configurado como você preferir. E ainda, você pode salvar essas configurações no Ardour para usar em outros projetos semelhantes.

Aspectos Positivos vs Negativos do Ardour

ardour home studioUm dos pontos positivos do Ardour é a capacidade de editar, inserir efeitos e mixar, exatamente como vemos nos softwares comerciais.

O aspecto negativo é a falta de suporte ao MIDI, exceto para controle remoto e sincronização, além de não executar sintetizadores e/ou samplers. Existe uma promessa de um sequenciador sofisticado para a versão 3.0, então vamos aguardar.

Mesmo com essas limitações, ainda é possível utilizar um recurso da arquitetura de áudio padrão do Linux, JACK, que permite sincronizar outros aplicativos tais como sintetizadores MIDI, samples, com o Adour, bem como rotear esses efeitos como se essas peças de software fossem equipamentos reais. Esse conceito de conectar funções entre equipamentos é muito presente no Ardour.

Efeitos e Plugins

ardour plugins telaSeguindo a mesma regra de softwares comerciais como o Sonar, todo o processamento de FX no Ardour é feito através de pluigns. Existe uma vasta gama de plugins compatíveis, estando entre os mais notáveis o SC4 Compressor, uma ferramenta muito eficaz, e o G-Verb, um reverb simulador que, se usado corretamente em conjunto com um reverb como o JConv, pode produzir resultados excelentes, de nível profissional. Precisa dos plugins VST? Se os pluigns do Ardour não forem suficientes para você, sempre é possível expandir com o uso do JACK, roteando sinais de outros softwares, ou mesmo de um hardware externo.

Controle MIDI

ardour midi telaControle de Panorâmica, faders podem ser agrupados para criar mixagens complexas. É possível automatizar qualquer função do mixer para responder em tempo real aos comandos de um controlador MIDI externo. Você pode editar esses parâmetros de automação, graficamente, via mouse.

Edição Poderosa

ardour editor telaAs facilidades de edição do Ardour impressionam. É possível cortar uma gravação na tela de todas as formas e manter o arquivo intacto, com a sua edição não destrutiva. Ainda melhor, durante a mixagem, você pode especificar grupos de pistas e cortá-las/movê-las, todas juntas. Isso é ótimo, principalmente quando você for mixar uma bateria com 10 microfones.

Finalmente, se você curte o Linux, não quer executar o Windows por algum motivo, ou pretende montar a sua DAW usando software livre; então o Ardour é a opção que resolverá boa parte dos seus problemas.

Adaptando Conceitos

mulher produzindo audio home studioSe você segue um método de trabalho baseado em software para Windows, poderá adaptá-lo aos softwares para Linux. Essas ferramentas devem atender às suas necessidades, servindo como meio para produzir o resultado esperado.

Talvez não seja muito confortável trabalhar com programas de áudio grátis, mas se você, por algum motivo, não deseja comprar software, essa se torna a única solução legal para essa questão.

Você pode baixar o Ardour gratuitamente no site do desenvolvedor. Os fãs do Ardour ainda podem contribuir para o financiamento de novos recursos para o software, via doações. Além do mais, o código do Ardour é aberto, aceitando contribuições de programadores do mundo inteiro.

E você, o que achou sobre esse programa para gravar músicas no Linux?

Abraço!

Uma dica extra do Rodrigo: Saiba como eu montei o meu estúdio de gravação musical e consegui gravar as minhas mais de 40 músicas sem gastar fortunas com equipamentos e softwares caros.

Confira o vídeo exclusivo que eu preparei pra você!

QUERO VER O VÍDEO!

Tags: ,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.