Qual é o Melhor Notebook para Música?

Qual é o Melhor Notebook para Música

Está pensando em comprar um notebook para fazer música? Vamos conferir quais são características fundamentais de um excelente notebook para usar no Home Studio e não só. Confira!

Computadores Potentes Por Toda Parte

Nesse momento, tem muita gente comprando seu primeiro computador, alguns estão comprando o segundo ou o terceiro, mas o melhor de tudo é o grande poder desses computadores atuais. Se você parar para pensar, os computadores de 10 anos atrás eram menos potentes que os atuais smartphones. Você encontra um processador de 800Mhz em um Samsung Galaxy Y, o mesmo poder de processamento do nosso DAW (computador do estúdio) em 2004. Olha que fizemos CDs duplos, com várias linhas no arranjo musical.

Os Notebooks Podem Trazer Surpresas

laptop mesa

Aproveitando essa sobra de potência dos computadores de hoje, podemos fazer maravilhas em nossos Home Studios. Porém, apesar de toda essa tecnologia, encontramos alguns tipos de computadores de fabricantes que escondem as limitações de seus hardwares para vender seus produtos com preços baixos.

Por exemplo: uma prática comum no mercado de notebooks de entrada é usar a mesma carcaça, o mesmo modelo de notebook, em diversas versões, incluindo componentes internos totalmente diferentes. Isso faz um notebook partir de R$1000 e chegar aos R$5000. Sendo assim, por fora “bela viola”, por dentro “pão bolorento.

Costumo “setar” meu orçamento, na hora de comprar um notebook, em 30% de um notebook PC top de linha. Fujo dos modelos equipados com processadores Celeron e Dual Core, porque são projetos antigos, e a economia no preço não faz o menor sentido.

A Memória RAM do Notebook para Música

garoto laptop guitarra

A questão da memória RAM também conta muito, porque só o navegador Chrome já come quase 1 GB de RAM em cada aba. Depois, tem o Windows 10, com suas “inteligências” todas, que papa mais 1 GB.

Se a sua placa de vídeo compartilha a memória RAM, pode colocar mais 1.5 GBs na conta. No final, você não vai poder abrir mais do que duas abas do Chrome, sem começar a ter perda de performance, em um notebook com 4 GBs de RAM.

Quando você estiver fazendo música no notebook, vai precisar de bastante memória RAM, principalmente se você estiver usando instrumentos virtuais ou samples.

Não dá mesmo pra trabalhar usando apenas 4 GBs de RAM, porque se você fizer uma conta, vai descobrir o motivo facilmente. Vejamos: o Windows consome 1 GB + Memória de Vídeo Compartilhada 1.5 GBs + Softwares Musicais 1 GB = 3.5 GBs, faltando 0.5 GB para lotar a sua memória RAM. Por outro lado, se você usar um notebook com 8GBs, vai ter 4.5 GBs livres pra trabalhar, o que é maravilhoso! A diferença de preço entre um notebook com 4GBs e um de 8GBs é pouca, mas a diferença de performance é algo assustadoramente chocante.

Normalmente, eu recomendo PCs tipo desktop (PC de mesa) para montar nossos Home Studios, mas se você possui um notebook, não se preocupe, o notebook também “dá conta do recado” em matéria de gravação profissional.

Escolhendo um Notebook para Música

O cérebro de qualquer computador para Home Studio é o processador, pois quanto mais núcleos e velocidade, melhor será o desempenho dele, principalmente quando você estiver mixando um monte de instrumentos virtuais e gravados, com uma série de plugins, ao mesmo tempo. notebook lenovo br 330

Podemos destacar os notebooks com processadores de 8 núcleos como sendo a cereja do bolo em um Home Studio. Você vai poder usar um monte de equipamentos virtuais se possuir um processador poderoso, como um Intel Core i7 de última geração.

Claro, nem todo mundo vai gastar R$ 4000 em um notebook com um processador tão forte. Nesse caso, você pode buscar por um Core i5, sem dúvidas vai “dar conta do recado”.

Mas Rodrigo, o i3 não serve? Sim, mas você vai começar a ter problemas de performance se resolver usar vários plugins e instrumentos simultaneamente em suas mixagens. Você vai querer mais potência, porque vai sentir o “gargalo” do seu notebook. Mesmo assim, se você tiver paciência, vai conseguir produzir qualquer coisa com um i3. Lembra que eu usava um Pentium III de 800 MHz para fazer álbuns complexos? Então, basta se adaptar.

O Disco Rígido (HD) é a memória que vai armazenar as gravações do estúdio, então você também pode aproveitar a oferta na casa dos Terabytes para guardar tudo que você produz em seu notebook. Tenha no mínimo 1TB de HD para guardar instrumentos, pistas de áudio, samples e softwares musicais.

Memória RAM, como eu disse agora a pouco, é outro fator importante, pois você precisa abrir vários aplicativos e é na RAM que eles estarão quando você precisar deles. Não é difícil encontrar notebooks com mais de 8 GBs de memória RAM e com um preço em conta.

Placa de Áudio / Interface de Áudio – Não se preocupe com o som do seu notebook, você vai usar uma interface de áudio externa via USB, então seu computador não precisa ser certificado DOLBY e coisas do gênero para dar bons frutos. Se você não quiser usar uma interface de áudio, dá pra usar a entrada de linha do notebook. Atualmente, esses conversores AD/DA de áudio dos notebooks tem vindo muito bons, com suporte para 24 bits / 96 KHz. Isso ficou banal nessa década de 2020.

Pense em comprar uma unidade de backup, que pode ser um HD externo ou outro PC em rede. Lembra de todo aquele transtorno que o Michael evitou ao fazer o backup das músicas de seu computador?

A tela do notebook deve ser a maior possível, você vai gostar de visualizar todas as suas pistas gravadas em uma única tela, sem rolagem. Prefira acima de 15″. Você também pode comprar um monitor Samsung de 27” curvo e plugá-lo ao notebook via HDMI. Seus clientes vão gostar de ver a mesa de som virtual estampada naquele telão de 27”. São mais de meio metro de tela na sua frente. Incrível.

Um MacBook Pro Também Serve

macbook dj musica

E os Macs? Sem dúvidas os computadores da Apple são perfeitos para Home Studio. Existem softwares musicais muito famosos e poderosos para o MacOS, como o Logic e o Garage Band. Ainda, o Sound Forge Pro 3 para Mac, também o Audacity e uma série de plugins e instrumentos virtuais VSTi 3. Existe muito poder na plataforma da Apple e se você tiver a oportunidade de explorar essas possibilidades, vai fundo!

Em todo caso, como nosso projeto aproveita o excelente momento dos PCs, podemos perfeitamente basear todo o nosso Home Studio em softwares “for Windows”.

Enfim, o melhor notebook para fazer música pode partir do modelo com processador i3, com 8 GBs de RAM e HD de 1TB, se você for produzir peças menos complexas, até o poderoso processador i7 para música eletrônica e edição de vídeos.

Notebooks Com Processador Ryzen

A AMD fabrica os processadores Ryzen e esse é o maior concorrente dos Intel Core. Essa competição entre AMD e Intel vem se arrastando por décadas.microsoft surface

Os processadores Ryzen são muito rápidos, com até mais núcleos que os Intel. Porém, a indústria da multimídia cria seus produtos em processadores Intel, explorando as instruções embutidas nessa arquitetura. Por esse motivo, os Ryzen perdem em performance em alguns tipos de software e tarefas como, por exemplo, a codificação e decodificação de vídeo. Os notebooks equipados com AMD Ryzen normalmente são mais baratos em comparação com os Intel Core.

Desejo a você, boas gravações!

Uma dica extra do Rodrigo: Saiba como eu montei o meu estúdio de gravação musical e consegui gravar as minhas mais de 40 músicas sem gastar fortunas com equipamentos e softwares caros.

Confira o vídeo exclusivo que eu preparei pra você!

QUERO VER O VÍDEO!

Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.