kit home studio focusrite scarlet

Se você procura por equipamentos de estúdio de gravação, há algo importante que você precisa saber antes de decidir quais marcas e modelos comprar. Indo direto ao ponto, é bem possível que 80% dos ítens da sua lista de equipamentos para o seu novo estúdio de gravação não sejam mais necessários. Cada caso é um caso, mas se você souber para onde caminha o futuro, poderá evitar que seu console de mixagem vá para o lixo. Continue lendo e confira!

Uma grande ambição dos proprietários de estúdio de gravação é a de “ter o melhor som do mundo”, isso leva a uma busca constante por novos equipamentos de áudio. Muitas vezes, esses donos de estúdio se baseiam puramente no instinto na hora de escolher o equipamento de áudio que, pretensamente, resolverá o seu problema para sempre. 

Dizem que quando você conhece apenas o martelo, qualquer problema se parece com um prego. Vemos muitos Home Studios pequenos, começando a gerar lucros, sonhando com novos equipamentos de áudio que facilmente comprometem vários meses do faturamento desse pequeno estúdio de gravação. Essa tensão constante por novos equipamentos que podem trazer o “som mágico” dos grandes estúdio é causada pelo mito dos equipamentos caros. 

Por exemplo, é muito comum vermos iniciantes em Home Studio dizendo: “Ah! Meu vocal é ruim porque eu não tenho um microfone condensador Neumann u87 que custa 3 mil Dólares.”

Então o sujeito começa a entrar numa paranóia do tipo: “Quando eu tiver meu microfone a condensador super poderoso; quando eu tiver um teclado profissional; quando eu tiver uma sala de gravação do tamanho adequado; então, finalmente terei o som que eu sempre sonhei!” 

É ou não é assim?

Essa crença é um verdadeiro atraso de vida. A boa notícia é que a tecnologia atual permite “contornar” a maioria das limitações de um pequeno Home Studio, trazendo para o seu arsenal de ferramentas a maioria dos recursos dos grandes estúdios. Veja como...

O Estúdio de Gravação Moderno

iMac Logic Pro X home studioiMac com o Poderoso Logic Pro X

Como podemos observar, o mercado de equipamentos de estúdio é multimilionário e oferece uma infinidade de opções para todos os gostos. Nesse universo de equipamentos e marcas, podemos destacar poucos equipamentos que realmente fazem a diferença em um estúdio de gravação. Por exemplo: o microfone é uma peça chave, que apesar de ser possível modelar suas características timbrais via software, é impossível de ser emulado por computador. Ou seja, você precisa ter um microfone, seja ele qual for. 

O ponto é que, a não ser que você esteja no seu melhor momento financeiro, provavelmente você não precisa de um Neumann u87 para o seu estúdio de gravação. É impressionante o que os produtores fazem com microfones dinâmicos SM58. Tem gente que até prefere os microfones dinâmicos em detrimento dos condensadores. Percebe que muito do que é dito por aí está baseado apenas em crenças? 

É verdade que alguns preferem fazer seu som com certas marcas e combinações de equipamentos, mas é fato que não há sequer um equipamento de estúdio capaz de agradar a todos os produtores. Isso nos leva a concluir que precisamos de muita variedade para suprirmos todas as nossas ambições criativas. Toda essa variedade de ferramentas e equipamentos de áudio só é possível em duas situações: 

  1. Você tem um orçamento milionário para investir em seu estúdio de gravação.  
  2. Você adere ao modelo de estúdio de gravação virtual, mais moderno e acessível para produtores musicais indie. 

Quando você passa a entender como funciona um estúdio moderno, então não é uma boa ideia investir em equipamentos físicos os quais você não precisa usar. Não é mesmo?

Vejo os antigos estúdios de gravação aposentando suas mesas de som físicas e as substituindo por softwares de computador. 

Então surge a pergunta: até onde o software pode substituir o equipamento de estúdio?

Softwares Plug-in Musicais Vs Equipamentos de Áudio Físicos

compressor plugin vintage design

Compressor de Áudio em formato de Software Plug-in VST

É uma boa pergunta, pois não sabemos até onde o software pode chegar nessa missão de substituir os hardwares de estúdio. Tirando os microfones, praticamente tudo pode ser emulado a partir do zero usando um software de computador.

Outro ponto importante, é que um programa de computador é sempre mais barato que um equipamento de áudio físico.

Esse fator de custo/benefício do software, onde o custo é 20 vezes menor, fez com que os estúdios modernos não se pareçam em nada com os velhos e abarrotados estúdios de gravação dos anos 70. Em meados dos anos 80 o computador entrou no estúdio de gravação e desde então, começou o processo de desligamento dos equipamentos físicos. 

Após 15 anos, nos anos 2000, 90% dos equipamentos presentes nos velhos estúdios de gravação não passavam de meros enfeites. Claro, ainda tem uns caras “doidos” que não dormem de noite e adoram ter problemas com válvulas, ruídos e preferem o som analógico dos velhos equipamentos de áudio. Esses caras são verdadeiros artesãos e esses equipamentos antigos se tornam uma espécie de fetiche em suas mãos criativas. 

Mesmo assim, a maior parte dos equipamentos antigos também pode ser emulada via software, como é o caso de plug-ins como os do pacote Waves Abbey Road Collection, onde você encontra os kits de bateria acústica originais usados pelos Beatles. Imagine ter o som do Abbey Road Studios na ponta dos seus dedos? 

Estamos na Era do Estúdio Virtual!

cakewalk by bandlab tela mixer

Console Virtual do Cakewalk by BandLab

Se você está conectado com o futuro, a essas alturas, provavelmente, imaginou uma pequena caixa preta com um microfone de um lado e um monitor de áudio do outro. É exatamente essa a imagem que podemos tirar de um estúdio de gravação virtual. 

Nada de sofrer com os problemáticos rolos de fita, com os consoles de mixagem que custam fácil seus US$ 10,000 Dólares, entre outros equipamentos arcaicos, porque essas coisas fazem parte do passado e devem ficar em museus. Sim, os consoles de mixagem físicos estão condenados a desaparecer, pelo menos em sua forma física. Só vai restar mesmo a sua forma conceitual, como um software em uma enorme tela curva de um potente computador. 

O mesmo se aplica a instrumentos musicais que serão substituídos, ao menos 90% deles, por instrumentos musicais virtuais, como você já pode desfrutar na tecnologia VSTi

Meus alunos de Home Studio estão produzindo áudio profissional utilizando apenas softwares gratuitos de qualidade, instrumentos musicais virtuais VSTi e plug-ins de áudio que emulam todos os equipamentos necessários em um Home Studio, tais como: reverbs, compressores, maximizadores, equalizadores gráficos e paramétricos, analisadores de espectro e muito mais.

Se você estava pensando em comprar um processador de efeitos em formato de rack, posso te garantir que isso vai servir apenas como enfeite. Consoles de mixagem físicos servirão apenas para ocupar um espaço precioso em seu ambiente de produção. 

Portanto, antes de comprar equipamentos de estúdio, pense na virtualização como uma oportunidade incrível de se diferenciar e ter alta qualidade, além de investir constantemente em conhecimento. Desse modo, você estará comprando apenas o que você precisa, deixando seu orçamento livre para computadores mais potentes e softwares incríveis.

Bem-vindo(a) ao mundo do Home Studio Virtual!

Boas produções! 

 

Uma dica extra do Rodrigo: Saiba como eu montei o meu estúdio de gravação musical e consegui gravar as minhas mais de 40 músicas, sem gastar fortunas com equipamentos e softwares caros.

Confira o vídeo exclusivo que eu preparei pra você!

QUERO VER O VÍDEO!


Rodrigo Marques

Rodrigo Marques

O Home Studio Fans acredita que todos os talentos precisam ter a oportunidade de realizar seu sonho de gravar suas músicas, spots, tudo com alta qualidade. E acreditamos que o Home Studio seja a chave para libertar o poder de produzir música em casa, abrindo portas para empreendedores e artistas desenvolverem novas habilidades, espalhando o bem ao redor do mundo.