Se você pretende melhorar os cabos do seu estúdio, nada mais justo do que conhecer melhor esses dois pesos pesados, campeões na luta contra o ruído e as interferências. Mas será qual deles é melhor: o conector XLR ou RCA? Descubra agora!

De um lado o Conector RCA

Os conectores do tipo RCA (também conhecidos como Cinch ou Bananas) são facilmente encontrados em equipamentos eletrônicos. Seja o seu DVD ou Micro System, ambos utilizam esse tipo de conector.

O nome RCA vem de “Radio Corporation of America”, o nome da empresa que introduziu esse tipo de conector no mercado nos anos 40.

Utilizando um desenho de 70 anos atrás, o conector RCA como podemos perceber, não tem nada de moderno. A função desse tipo de conector é minimizar qualquer interferência em sinais de baixa amplitude. Normalmente ele é interligado por cabos com malha externa aterrada. A parte externa do conector macho é solda à malha, o que confere uma blindagem contínua, evitando todos os parasitas de sinal.

Como vimos, desde sempre existiu a necessidade de transportar sinais elétricos sem as interferências de rádio e outras, para isso foram desenvolvidas várias soluções, dentre elas os plugins RCA. Sendo assim, o RCA é um padrão da indústria, sendo utilizado por todos nós.

Do outro lado o Conector XLR Cannon

Em referência ao seu fabricante, James H. Cannon, fundador da Cannon Electric em Los Angeles, Califórnia (agora ITT Corporation), esse conector é conhecido coloquialmente como plug Cannon ou conector Canon. Seu nome tem origem nas primeiras séries “Canon X” que depois tiveram atualizações com adição de letras ao seu tipo como, L de Latch (informando sobre a trava de fixação) e depois o R de Rubber (referência àquela borracha que circunda os pinos do conector) tornando assim o conector Canon XLR.

Esse tipo de conector é utilizado em estúdio por sua alta qualidade de transmissão do sinal. Como um “tanque de guerra dos conectores” o Canon XLR é dotado de trava que evita a sua desconexão acidental; também possui um sistema de aterramento avançado, com um pino dedicado, sem falar da sua robustez.

O conector Canon XLR é muito semelhante ao seu primo, o conector DIM que você encontra nas portas MIDI do teclado musical e equipamentos de vídeo. Normalmente vemos esse tipo de conector com apenas 3 pinos, mas existem vários modelos com até 6 pinos.

Quem vence esse confronto afinal?

O Conector RCA é popular porque é barato para produzir e cumpre o seu papel de protetor dos sinais indefesos. Porém não deve ser utilizado em estúdio para conexões mais sérias, porque para isso existe o Conector XLR.

O Conector XLR é muito mais confiável, possibilita mais robustez na confecção do cabo e tem um aterramento muito mais eficiente. Por isso é que você sempre vai encontrar o conector XLR interligando microfones e outros instrumentos, pois se tornou o padrão em ligações analógicas.

Mas e o conector óptico, onde fica?

Se você pensou que transportar seus dados de áudio por pulsos luminosos é o futuro, se enganou. A tecnologia do século 21 evoluiu para a dependência mínima de cabos. Estou falando sobre o conceito de interfaces virtuais e estúdio virtual. O mesmo conceito no qual é baseado o projeto de estúdio de gravações apresentado no Curso de Home Studio Online.

Lembre-se: Se você for conectar equipamentos de áudio para lazer, então use o RCA que é 10 vezes mais barato. Caso precise de mais segurança e eficiência, prefira o padrão XLR.

E você? Já teve algum contato com cabos e conectores RCA e XLR? Conte-nos as suas experiências deixando um comentário logo abaixo.

 

Um forte abraço!

Uma dica extra do Rodrigo: Se você deseja aprender Como Montar o Seu Estúdio de Gravação Musical de Alta Qualidade, Sem Investir em Equipamentos Caros, recomendo que você confira esse vídeo agora mesmo...

QUERO VER O VÍDEO


Você Pode Gostar Desses:

Rodrigo Marques

Rodrigo Marques

O Home Studio Fans acredita que todos os talentos precisam ter a oportunidade de realizar seu sonho de gravar suas músicas, spots, tudo com alta qualidade. E acreditamos que o Home Studio seja a chave para libertar o poder de produzir música em casa, abrindo portas para empreendedores e artistas desenvolverem novas habilidades, espalhando o bem ao redor do mundo.