comprar instrumentos musiciasSe você deseja comprar instrumentos musicais para seu Home Studio, então nada melhor do que conhecer um pouco sobre cada um deles antes de fazer qualquer investimento. Mesmo que você não seja músico é possível basear a sua compra em alguns conceitos simples para não errar. Hoje vamos falar sobre violões, qual será o melhor para o seu Home Studio?

Comprar instrumentos musicais exige algum conhecimento técnico e observação. O primeiro ponto pode ser adquirido com algumas dicas simples, já a observação se desenvolve com o tempo. Em ambos os casos, você é capaz de realizar essa tarefa mesmo sem um músico de confiança.

Agora, se você deseja aprender mais a fundo sobre esse assunto, recomendo que você assista a esse vídeo...

Muitos donos de Home Studio não tocam nem mesmo violão, e estão no negócio porque gostam de música e do estilo de vida que o estúdio de gravações proporciona. Ainda existem aqueles que tocam o básico de violão e que gostam de tocar em bares, festas, igrejas; uma infinidade de lugares e pessoas. Tudo isso não impede essa pessoa de comprar instrumentos musicais com consciência.

Neste post, eu quero compartilhar com você algumas dicas sobre como comprar um violão para o seu Home Studio. Esse conhecimento pode ser bastante útil, além de economizar dinheiro e produzir resultados.

O Que Observar ao Comprar um Violão

Ao comprar um violão, primeiro devemos definir a finalidade do instrumento.

  • Será um violão para fazer bases ou solos?

Existe uma grande diferença entre tipo de violão para cada finalidade de uso dentro de um Home Studio. Os violões de base pode participar de todo o arranjo de uma música, enquanto que os violões solo, podem entrar em uma ou outra música, como no prelúdio ou interlúdio de uma música.

Você vai encontrar violões de base utilizando cordas de aço, ao passo que os de solo são preferencialmente violões com cordas de nylon.

Se a sua resposta foi violão para fazer bases, então temos que procurar um modelo com cordas de aço e “braço estreito”. Esses são ideais para gravação de bases. Um bom violão para esse trabalho é o Crafter EG-140. Eu tenho um violão desses, desde 2001 e ele produz muito bem. Esse modelo possui captação ativa com controles de ganho e pré-equalização. Usa uma bateria de 9 volts em seu captador.

Violões para fazer solos devem utilizar encordoamentos de nylon e ter o “braço largo”. Como ele será utilizado para tocar as linhas melódicas no prelúdio, interlúdio e finalização, a distância entre as cordas deve ser um pouco maior, facilitando a “digitação” das notas.

Beleza Não Põe a Mesa do Violão

Existe um ditado que diz que a beleza não põe a mesa isso é válido aqui para o violão do Home Studio.

O acabamento do violão é um ponto importantíssimo. Uma boa dica é escolher um instrumento com o acabamento, a pintura, o mais fosco possível. Comprar instrumentos musicais pela beleza pode ser um grande erro. Muitos fabricantes vendem instrumentos com defeitos de fábrica, manufaturados por aprendizes de Luthier, então para encobrir os defeitos no acabamento, eles o “banham” em verniz, e essa camada espessa de verniz estético faz com que o instrumento mude de timbre, a harmonia do instrumento perde a complexidade, se corrompe e vela qualidade do timbre. O EG-140 é um modelo de violão relativamente acessível, por volta de 500 dólares, é um violão com acabamento descente, bonito, mas sem exageros.

Seja Pragmático ao Escolher o Violão

Nada melhor do que afinar o instrumento e tocar uma música para conhecer melhor o timbre que ele produz.

É bom que você tenha alguma experiência com instrumentos musicais, pelo menos com um violão que você já tem por alguns anos, um instrumento que você já toca e sabe o que esperar dele. Essa referência de base vai ajudar você a perceber as nuances harmônicas do seu novo instrumento e até vai ajudar a encontrar as qualidades e deficiências que esse novo violão pode apresentar.

Se você é iniciante e ainda não sabe tocar violão, então eu recomendo que você procure um músico de confiança para ajudar você a comprar o seu violão, ou até mesmo que adie essa compra para um momento que você for utilizar esse violão efetivamente. Até porque, se você for investir R$ 2000 e um violão que vai ficar parado, talvez se torne um impedimento para investir em um bom microfone ou até mesmo em um bom computador para o seu novo Home Studio.

Se você sente que um músico intermediário, a dica que eu dou é para que você procure imperfeições nos trastes, que são aquelas hastes metálicas que graduam as notas quando você digita sobre o braço do violão. Em alguns casos, aquelas hastes estão mal instaladas, isso acaba raspando nas cordas, fazendo com que algumas notas do violão não possam ser executadas. Isso pode ser corrigido por um bom Luthier, mas já que você está investindo dinheiro no seu novo violão, é bom que ele já venha de fábrica com um bom controle de qualidade.

Outro ponto é que ao digitar uma escala musical, você procure notar se as notas estão todas afinadas. Violões baratos não conseguem produzir uma escala inteira, sem dissonar uma outra nota. Pode ser problemático durante uma gravação, principalmente quando você for fazer solos de grande destaque. Imagine o seu instrumento musical produzindo notas dissonantes com o arranjo? Um violão desafinado pode realmente destruir uma mixagem.

Jogue Seus Violões no Lixo

Se você pretende gravar violões no seu Home Studio, talvez seja uma boa ideia substituir tudo isso por instrumentos virtuais VSTi. Existem violões virtuais extremamente realistas, capazes de produzir solos e bases de altíssima qualidade, qualidade essa, suficiente para participar das suas gravações, sem contaminar as suas mixagens com timbres velados ou dissonantes.

Na Fórmula HSF, eu sempre falo que mais controle é igual a qualidade. Isso significa que você consegue muito mais qualidade de áudio quando está utilizando um instrumento virtual e consegue prever os resultados da mixagem e masterização, porque sempre estará utilizando timbres conhecidos de instrumentos que muitas vezes são inacessíveis para a maioria de nós.

Sendo assim, eu não recomendo que você compre um violão para o Home Studio. Se o seu intuito é gravar o som do violão em seus arranjos musicais, não conheço nada melhor do que os violões virtuais VSTi. Se você acha que só eu penso assim, saiba que a maioria dos estúdios novos podem até usar violões caros e bonitos para manter a tradição, e você pode até ver um grande mixer físico posicionado entre os computadores, mas tudo isso não passa de charme para impressionar aos leigos.

Ainda temos muito mais para observar sobre violões, mas mesmo assim, se ainda quiser um violão de verdade e não se sentir seguro para comprar instrumentos musicais sozinho, então é melhor chamar um músico de confiança para acompanhá-lo durante as compras. Todo músico adora comprar instrumentos e certamente ele vai amar essa tarefa.

E como eu disse: Com o advento dos Instrumentos Virtuais, os violões também têm seus substitutos nesse mundo eletrônico. Vamos falar muito mais disso em outra oportunidade.

Uma dica extra do Rodrigo: Se você deseja aprender Como Montar o Seu Estúdio de Gravação Musical de Alta Qualidade, Sem Investir em Equipamentos Caros, recomendo que você confira esse vídeo agora mesmo...

QUERO VER O VÍDEO


Rodrigo Marques

Rodrigo Marques

O Home Studio Fans acredita que todos os talentos precisam ter a oportunidade de realizar seu sonho de gravar suas músicas, spots, tudo com alta qualidade. E acreditamos que o Home Studio seja a chave para libertar o poder de produzir música em casa, abrindo portas para empreendedores e artistas desenvolverem novas habilidades, espalhando o bem ao redor do mundo.