interfece firewire

Áudio Firewire é como chamamos esse método de comunicação entre equipamentos e áudio via portas Firewire. Vamos entender como a conexão Firewire funciona e porquê ela pode ser melhor que a USB 2.0 em alguns casos. Você está comprando uma Interface de áudio, então quer gravar um monte de canais de uma só vez, ou até mesmo executar todos esses canais para uma mixagem externa. Então ao fazer uma pesquisa você encontra várias opções de Interfaces de áudio, uma mais baratas, outras mais caras e todas muito atraentes. Nesse momento você fica em dúvida sobre qual comprar: Firewire ou USB 2.0?

Vamos entender um pouco de USB 2.0 e depois de Firewire para podermos tirar nossas conclusões.

O padrão USB 2.0 é de alta velocidade, porém funciona no modo assíncrono, o que significa que qualquer dispositivo conectado no PC tem o poder de enviar uma quantidade de dados a qualquer tempo. Se dois dispositivos conversam ao mesmo tempo, os dados colidem uns com os outros. Claro, se os dados permitirem uma pequena pausa na transmissão, então não há problema. Você nunca vai perceber se o clique do mouse demorar alguns milissegundos para responder. Agora, existem algumas aplicações que exigem uma transferência contínua dos dados, e esse é o caso do áudio. Uma interface de áudio envia um tráfego contínuo de dados para o computador. Se você possui vários dispositivos USB ligados ao seu PC, então pode acontecer do seu áudio sair com algumas falhas, porque o tráfego de dados foi interrompido por alguns instantes.

O Firewire também é um padrão de alta velocidade, porém funciona no sistema Peer-to-Peer, como se fosse uma rede. Cada dispositivo na rede Firewire é capaz de se comunicar com os outros dispositivos a ela conectados. Exemplo: Duas câmeras de vídeo conectadas à porta Firewire podem trocar dados uma com a outra. Uma interface de áudio Firewire pode gravar dados de áudio diretamente para um Hard Drive Firewire. Sendo assim, o seu computador é apenas mais um ponto nessa rede que se forma.

O motivo pelo qual o Firewire é mais confiável que o USB é mais profundo do que isso. O Firewire permite dois modos de operação. O modo assíncrono, que descrevemos acima no USB, e o modo isócrono que permite que o dispositivo reserve uma banda de dados dedicada, assim outros dispositivos não poderão compartilhar dessa banda e o fluxo de dados nunca será interrompido. As vantagens do Firewire para o uso em áudio são óbvias: os dados do áudio sempre fluirão continuamente, contanto que a demanda por dados não exceda a largura da banda que o cabo pode suportar. Sem colisões, sem glitches.

Firewire para áudio = Excelente!

USB para áudio = Não tão boa assim.

Enfim, se você pretende gravar um canal de cada vez, uma Interface de Áudio USB simples pode resolver o seu problema. Agora, se você precisa de alta performance, confiabilidade, gravar/ reproduzir vários canais de uma só vez, então prefira Interfaces Firewire.

Como vimos em testes, o Firewire chega a ser 70% mais rápido que o USB 2.0.

E você? Gostaria muito de saber a sua opinião sobre esse assunto. Deixe o seu comentário.

 

Uma dica extra do Rodrigo: Se você deseja aprender Como Montar o Seu Estúdio de Gravação Musical de Alta Qualidade, Sem Investir em Equipamentos Caros, recomendo que você confira esse vídeo agora mesmo...

QUERO VER O VÍDEO


Rodrigo Marques

Rodrigo Marques

O Home Studio Fans acredita que todos os talentos precisam ter a oportunidade de realizar seu sonho de gravar suas músicas, spots, tudo com alta qualidade. E acreditamos que o Home Studio seja a chave para libertar o poder de produzir música em casa, abrindo portas para empreendedores e artistas desenvolverem novas habilidades, espalhando o bem ao redor do mundo.