banda musical

A tecnologia assusta os mais conservadores, mas esses avanços também podem ajudar a oferecer mais valor para seu público ao vivo. Vamos comentar sobre algumas ideias para valorizar o seu trabalho como músico da noite e como cantar ao vivo sozinho como se estivesse com uma banda. Confira!

Agora, se você deseja aprender mais a fundo sobre esse assunto, recomendo que você assista a esse link...

Ser músico é uma dádiva divina, algo que exige perseverança no início e muita força de vontade. Essas são as características que fazem dos bons músicos, pessoas famosas. Se o músico não é perseverante, não há como ser bom músico, tão pouco se tornar famoso. Mas, e se o futuro estivesse mesmo tomado por máquinas (como vimos em Aprenda a Cantar com essa Cantora Virtual Japonesa Robótica), e toda uma banda musical pudesse ser substituída por um mero robô?

Nessas andanças por estúdios e com alguns anos de produção musical, estive conhecendo músicos de todos os tipos; alguns mais destacados e outros nem tanto. O fato é que, aqueles músicos que fazem covers em barzinhos, esses músicos geralmente trabalham sozinhos, usando em grande parte apenas um teclado ou um violão. Esse tipo de cover artístico é o artista que canta por horas seguidas e deve conhecer um monte de músicas, tudo para tentar agradar a audiência. Nesses casos, podemos pensar que o futuro é agora e que podemos automatizar todo o processo de acompanhamento musical para auxiliar durante as várias horas de performance ao vivo, exigidas de um cover de bar.

Uma grande reclamação, por parte dos espectadores no bar, é a falta de qualidade instrumental da execução do cover. Muita gente reconhece certo tipo de música ao ouvir a sua introdução, o que nem sempre é possível de ser feito usando apenas um violão. Outras músicas necessitam de dois violões, sendo que o cover pode tocar apenas um de cada vez.

A solução para isso é "virtualizar" a sua banda e leva-la consigo em um netbook, tudo para aprimorar a experiência do ouvinte, ao ponto de fazê-los parar de ver a luta da UFC para curtir o seu som de violão.

Tenho amigos que fazem um pacote de playbacks em mp3 e insere no iPod, deixando a playlist tocar a noite toda. Com o auxílio de um pequeno livro é possível tocar a noite inteira, apenas seguindo o arranjo e lendo a letra. Claro que é muito complicado tocar por 4 horas seguidas, sem repetir músicas, sem qualquer auxílio para lembrar-se da letra ou melodia. Cantores famosos usam técnicas para não se esquecer da letra, mas esse é um assunto para uma próxima matéria.

Outro aparato interessante seria montar um set DJ para liberar alguns samples, tudo sincronizado via MIDI, permitindo que "aquela introdução especial" seja executada, ou "aquele violão base" possa ser introduzido em sua performance. No final quem faz diferente e coerente, sempre vence. Se você for pensar, quando vimos uma embalagem de Shampoo destacar a ausência de sal no produto, nos colocamos a pensar sobre quanto sal existe nos outros da concorrência.

Se você faz um show ao vivo, com instrumentos sampleados, provavelmente irá se destacar, podendo oferecer um produto de melhor qualidade ao seu contratante, tornando o seu cachê um pouco mais valorizado. Oferecer algo mais é tudo no mercado atual.

E você, está pensando em montar uma banda musical virtual?

Abraço!

Uma dica extra do Rodrigo: Se você deseja aprender como montar o seu estúdio de gravação musical, de alta qualidade, sem investir em equipamentos caros, recomendo que confira esse link agora mesmo.